pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Praia do Forte realiza evento em prol da preservação da Mata Atlântica com o apoio do Projeto Tamar

20/11/2019 - 27ª Reunião Anual do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (CNRBMA) e o Seminário Nacional Turismo e Mata Atlântica. ↓

De 06 a 09 de novembro, aconteceu, na Praia do Forte, Mata de São João/ BA, a 27ª Reunião Anual do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (CNRBMA) e o Seminário Nacional Turismo e Mata Atlântica. Mais de 200 pessoas estiveram presentes nos quatro dias de evento, incluindo os representantes dos 17 estados brasileiros que têm áreas de Mata Atlântica em seus territórios.

Temas como conservação, políticas públicas e turismo nas regiões deste bioma foram abordados durante o evento, fomentando nos participantes o sentimento de valorização e de preservação da Mata Atlântica e de todos os serviços ecossistêmicos que a vegetação dispõe de uma forma mais ampla.

O Centro de Visitantes da Praia do Forte, sede nacional da Fundação Pró-Tamar/ Projeto Tamar, é reconhecido como posto avançado desde o ano passado e membro participativo do subcomitê da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica do Litoral Norte (RBMA). O Projeto Tamar de Ubatuba/SP também possui este título desde 2016 (http://www.tamar.org.br/noticia1.php?cod=722&fb_comment_id=1143358035759055_1144290125665846). Postos avançados são centros de divulgação de ideias, conceitos, programas e projetos desenvolvidos na RBMA. 

Com seus quase 40 anos dedicados à pesquisa e conservação das tartarugas marinhas, o Centro de Visitantes da Praia do Forte promove não só a preservação de destas espécies, mas de habitats como praias, dunas e restingas. Este ano, o Centro de Visitantes do Projeto Tamar participou ativamente da organização do evento, juntamente com a diretoria do subcomitê e outros membros.

A Bahia é o estado que reúne o maior número de postos avançados da biosfera da Mata Atlântica, no Brasil. São 15 em todo o território baiano, sendo 10 postos no Litoral Norte e cinco na sede do município de Mata de São João, que tem 21% de cobertura original de Mata Atlântica. Entre os representantes do Litoral Norte da Bahia estão: Fundação Pró-Tamar/ Projeto Tamar, Parque Klaus Peters, Ecoparque da Mata, RPPN Lontra, Reserva Sapiranga Ecoparque Sauípe, Projeto Baleia Jubarte, Parque das Dunas, Fundação Terra Mirim e Centro de Ecologia e Conservação Ambiental (ECOA). Cerca de 15% do território nacional é coberto pelo bioma da Mata Atlântica, segundo dados da Fundação SOS Mata Atlântica, de 2017.

Um dos momentos mais esperados pelos pesquisadores do Tamar foi a apresentação dos pilares obrigatórios das instituições para estar aptas a se tornarem postos avançados de reserva de Mata Atlântica. Na ocasião, foram detalhados o fomento ao desenvolvimento de atividades de pesquisa, monitoramento, educação e sensibilização ambiental.

Ao final do primeiro dia de evento, os participantes acompanharam uma caminhada de filhotes de tartarugas marinhas em direção ao mar. Ações de sensibilização como esta possuem ampla abrangência e ocorrem nas praias e no centro de visitantes durante toda a temporada reprodutiva. 

No mesmo dia, também se apresentou no evento o Coral do Mar, com regência do professor e maestro Luciano Calazans e a professora de canto Kika da Mata. O Coral do Mar é um projeto social que existe na Fundação Pró-Tamar/ Projeto Tamar desde 2010. Cerca de 200 crianças já participaram da iniciativa. Este projeto tem por objetivo contribuir para a formação ambiental e cultural de crianças e adolescentes de oito a 14 anos, residentes da Praia do Forte e comunidades do entorno.

Outro ponto alto do encontro foi a reunião com Oliver Hillel, oficial da ONU no Secretariado da Convenção da Diversidade Biológica (Convention on Biological Diversity- CDB) e responsável pela Agenda da CDB sobre turismo e integração de serviços. Hillel contribuiu de forma rica e construtiva, abordando conceitos e boas práticas em turismo sustentável, bem como diretrizes de apoio e execução.

Durante o evento, também ocorreu a entrega do Prêmio Muriqui 2019 e o lançamento oficial do primeiro Roteiro da Biosfera da Costa dos Coqueiros, que visa promover a visitação e integração dos dez postos avançados do Litoral Norte da Bahia.

A formulação e discussão de propostas coletivas voltadas para o desenvolvimento do turismo na Mata Atlântica também receberam foco na programação do seminário, através da abordagem de temas como o sistema de concessões, a gestão de impactos da visitação em unidades de conservação e o turismo técnico-científico. Nesse último, Gonzalo Rostan, gestor do Centro de Visitantes da Fundação Pró-Tamar/ Projeto Tamar, foi convidado para apresentar o trabalho de pesquisa e educação ambiental que o Tamar realiza há quase 40 anos e que é reconhecido internacionalmente.

Tartaruga Tartaruga-cabeçuda ou Tartaruga-mestiça

Praia do Forte - BA

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras